Arquivo mensal: maio 2014

A Gengivite e a Placa Bacteriana

gengivite
O que é placa bacteriana?

A Placa Bacteriana é uma película pegajosa e incolor, constituída de bactérias e restos alimentares que se forma sobre os dentes. É a principal causa de cárie e gengivite. Se não for removida diariamente, endurece e forma o tártaro.

Como posso evitar o acúmulo da placa bacteriana?


Escovar bem, no mínimo três vezes ao dia, principalmente após as refeições, para remover a placa bacteriana de todas as superfícies dos seus dentes. E neste momento a supervisão de um adulto é essencial.
Usar fio dental diariamente para remover a placa bacteriana que se instala entre os dentes e sob a gengiva, onde a escova não pode alcançar.Lembrar, que os pequenos ainda nao apresentam cordenação motora suficiente para realizar esta tarefa sozinhos.
Limitar a ingestão de alimentos com muito açúcar ou amido, especialmente aqueles que grudam nos dentes.
Visitar o dentista regularmente para fazer limpeza e exame completo dos dentes.

O que é gengivite?

A Gengivite é uma inflamação da gengiva (um estágio inicial), que pode ser facilmente tratada . A causa direta da doença é a placa bacteriana
Se a placa não for removida pela escovação e uso de fio dental diários, ela produz toxinas (ácidos) que irritam a mucosa da gengiva causando a gengivite. Neste estágio inicial da doença gengival, os danos podem ser revertidos, uma vez que o osso e o tecido conjuntivo que segura os dentes no lugar ainda não foram atingidos. Entretanto, se a gengivite não for tratada, ela pode evoluir para uma periodontite e causar danos permanentes aos dentes.

Como saber se meu filho tem gengivite?


Os sintomas clássicos da gengivite incluem gengiva vermelha, inchada e sensível que pode sangrar durante a escovação. E neste aspecto fica um grande dilema. Muitos pais falam que não passam o fio dental no filho porque sangra. É preciso entender que está sangrando porque ali naquele local está precisando melhorar a higienizaçao. Deve ficar clara a relação de causa e efeito.Quando se cria o habito de escovar satisfatoriamente e usar o fio dental a gengiva agradece, e os episódios de sangramento não ocorrerão mais.

Anúncios

Restauração Atraumática

Imagem

 

Na intenção de esclarecer algumas dúvidas de pais no consultório, a respeito de restauração nos dentes cariados, resolvi escrever este texto . Vou falar sobre uma das técnicas restauradoras que podemos lançar mão na odontopediatria

 

 

Técnica do ART

 

O Tratamento Restaurador Atraumático chamado de ART, surgiu como alternativa para o controle da doença cárie. E um tratamento restaurador definitivo que se baseia na mínima intervenção. Pois, combina procedimentos preventivos e restauradores.

 O método preconiza que o tratamento de uma lesão cariosa cavitada (de rasa a média) seja feito da seguinte forma: remoção de tecido cariado, amolecido e infectado com auxilio de instrumentos manuais, preenchimento da cavidade com um material chamado C.I.V (que libera flúor)  e isso sob isolamento relativo do campo operatório.

Além deste protocolo, o paciente deve receber orientação completa e individualizada sobre hábitos de dieta higiene. E mesmo após a finalização do tratamento, é necessário que seja dada continuidade aos programas preventivos e de educação em saúde para que os fatores etiológicos da doença sejam controlados.

A relativa simplicidade da técnica, permite o controle da ansiedade em alguns pacientes. Uma vez que, ausência do barulho referente ao motor ( usado na restauração convencional) contribui para um atendimento com menor grau de desconforto, o que favorece a um bom comportamento do paciente durante a realização dos procedimentos clínicos.

Porém, não pode ser utilizada em todos os tipos de cárie: dentes com doença mais avançada, que atinge profundamente a dentina ou a polpa (região onde passam os nervos e vasos sangüíneos do dente) não respondem positivamente ao tratamento e devem ser tratados da maneira convencional.

Desta forma, sobre o ART, podemos concluir que estamos diante de um cenário cientifico positivo, pois os resultados dos últimos estudos sobre o tema afirmam que é possível promover a saúde bucal de maneira simples e eficaz quando bem indicado.

Lembrando que, em termos de cárie, o melhor tratamento é a prevenção: uma boa higiene bucal, com escovações freqüentes e feitas com técnica adequada, visitas regulares ao dentista e redução no consumo de açúcar, guloseimas e biscoitos garantem um sorriso saudável.