Arquivo da tag: celulas-tronco

Células- tronco e dentes de leite (vídeo)

E para os pais que ficaram curiosos com a novidade, o video mostra um pouco sobre as pesquisas de células-tronco de dentes de leite no Brasil.

Anúncios

Células-tronco e dentes de leite

Imagem

Imaginem podermos regenerar um tecido ou orgão danificado apartir de uma reserva de células do nosso próprio corpo… E se essa reserva for um dente de leite perdido na infância e conservado em laboratório… Ficção científica? Não mais!

Ainda há bastante a se desvendar sobre as células- tronco, e hoje, as pesquisas contam com a odontologia como aliada.

Desde 2000, foi identificado que na polpa de dentes, tanto decíduos quanto permanentes, existe uma rica fonte de células- tronco. E pesquisas mais atuais vem mostrando que não só a polpa contém céluas-tronco, mas também o folículo dentário, a papila apical e o ligamento periodontal (como ilustra o anuário de odontopediatria)

Imagem

O isolamento de células-tronco de dentes decíduos, surge como uma alternativa terapeutica muito atraente por se tratar de um dente temporário que irá exfoliar naturalmente dando facil e rápida oportunidade de coleta, diferentemente das celulas do cordão umbilical e da medula.

Se compararmos as células tronco de dentes decídos e de dentes permanentes, as primeiras proliferam mais e são consideradas mais indiferenciadas, sendo comparadas as células do cordão umbilical em suas propriedades.

Elas apresentam alta plasticidade e podem se diferenciar em neurônios, odontoblastos, adipocitos entre outros tipos celulares.

celula tronco 2 edit

 E apartir da afirmativa que, os tecidos dentais podem regenerar estruturas não dentais, varias pesquisas tem sido feitas a fim de que  estas células obtidas do orgão dental possam corrigir defeitos como fissura lábio-palatina, osseos, diabetes, doenças do sistema imunológico.

Assim, as células-tronco de origem dental, poderão no futuro, melhorar a qualidade de vida de pessoas portadoras de doenças como Alzheimer, auxiliar na regeneração neural e de retina, atuar positivamente no tratamento ortopédico, no reparo cicatricial de patologias ou mesmo atuar na síntese de insulina para tratamento de diabetes.

De qualquer modo, pesquisas nessa área abrem perspectivas muito otimistas. Por isso, existem alguns centros de criogenia no Brasil e no exterior, que já estão preparados para receber a coleta de tecidos dentário e armazená-lo em banco de células.